---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?

Hino de Amor a Vidal Ramos

Publicado em 13/12/2013 às 13:38 - Atualizado em 21/02/2017 às 15:06

HINO DE AMOR A VIDAL RAMOS

 

Para a composição do hino de Vidal Ramos, foi instituído o Concurso Público nº. 001, em 1994. O vencedor do concurso foi Arnaldo Haas, com Hino de Amor a Vidal Ramos que ainda não foi musicada.

 

1.

Foram BRAVOS os homens que outrora

Demandaram pras terras daqui...

Muitos dias por selvas afora,

A procura de um novo porvir.

Não vieram em busca do OURO,

Que é volátil, se esfuma no ar...

Mas da TERRA, esta sim que é o tesouro.

Onde planta-se a Pátria e o lar.

A bandeira de Vidal Ramos:

Branca com o brasão ao centro.

 

Estribilho:

VIDAL RAMOS, A TUA HISTÓRIA

DE UM POVO QUE É TRABALHADOR.

VIDAL RAMOS, A TUA GLÓRIA

CANTA UM HINO DE PAZ E DE AMOR

Ô... Ô... Ô... UM HINO DE PAZ E DE AMOR.

 

2.

Cá chegando, esperava-os a LUTA,

O crescer, trabalhar, progredir...

Nem as ARMAS da terra em disputa

Os fizeram daqui desistir.

Passam anos e vem o sucesso,

A COLÔNIA se enche de vida...

Pela estrada já chega o progresso

Mas é o rio a primeira avenida.

 

3.

Fez-se VILA a pujante floresta,

Faz-se a vila em cidade florida...

Hoje a terra tem DOCE FESTA

É um lugar onde há doce vida.

Eis que vemos, de braços abertos

Verde VALE de lindas cascatas...

Não são tantas florestas por certo,

Mas a VIDA que temos é grata.

 

4.

Eia, pois ao futuro que espera

O teu povo que é amante da paz...

Não te engane ou te iluda a quimera,

Só o TRABALHO produz, é eficaz.

Te conserve o amor de teu filhos

Te proteja o Bom Deus com ternura,

Seja eterno este primeiro trilho

Onde sempre circule a fartura.